terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Soneto efó-GereNário(n.358)

Na cinza do grão-Poente há carnaubais
gereNários, nos cimos pingando azuis
também se ouve - Pássaro - aquele canto
de tez mais Vaga_______ as naus

ao porto medieval tendo no entanto 
largado no mar Interminável os 'fós-de-Alma,
as horas sem teÚbas e sem flúido de Auréola,
silêncio guardado sobre doze Tons
e sobre Nada, daí a surpresa da noite 
açambarcando o Tótuum do granadeiro, ele -
menino de sua mãe e que jaz Morto -
arrefecendo como no Fim toda ela vida

Adelgaça... na cinza do grão-Poente_________
ele-Nada_____ parOnde o que foi vida Esvoaça...


*(OBS: Construído segundo a fórmula 4/8/2)*

Nenhum comentário:

Postar um comentário