terça-feira, 3 de abril de 2018

Soneteratofônico(n.388. Forma 4/8/2)

Ainda salas Desespelhadas,
portais em forma de minotauros
a tresandar Catifundos estrada 
para um Silêncio onde amanhãs não têm

roupa______ luz por mais que intransplandeça
é mármore, e nele escarrapacham braráços
da figueira Seca e a mãe co' filho morto
junto ao seio - inominada Pietá - mundo vidrilho
onde por cêntchures sobre minha capa
lançaram sortes, boi de também morte Infinita 
nos gungroBúrios dele Aguacêro
e as bíblias nos oratórios têm Lá falência 

de Escadas... ainda salas, desespelhadas, Rangentes:
ijê-Pirongo ê lambááio!!

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Soneto, n.387(Forma 4/8/2. Dedicado a Daniel Grosman)

A igreja toda cubista Insiste 
nas asas de-Noite, enseada que as abelhas 
constroem - figueira extênsil
que os homens drão na contramão delas

ondas________ plantas mudam camisas 
conforme o globo de fogo Humorêia lá em cima
e por acá o cão sem homem nem deus
inda acredita nas concertinas
mesmo entre as patas de borracha: tirai a pedra,
dai-lhes Vós de comer, tangei Cuícas
que espantem o pássaro que inda lá está
bicando o dorso Verde das montanhas_________

enquanto Isso inda é verão no Rio, vou no Olaria:
a grã-piscina está lá, Tinindo.