sábado, 20 de janeiro de 2018

Soneto, n.329(Para Meire Ellem)

O caminho Inicia
lembrarandAndo Oswald_______ minha terra
hoje 'niversaria com menos palmeiras,
quase Nenhum pau-brasil:

são abricós que os baticuns de Janêro
vão Cururus cantar no troncho Perau
seu lamentê por essa terr'altanÊra
que a samarco enraBichou na febre

A
  M
     A
       R
         EEELAA... ô caeté do capeta,
eu Vi duas mãozInhas
quebRadas que nEm bonecA de lÔça,
guri d'alguÉm que a morte cHamou

pro bucho________ mas deixa estaR, que
ELES TRÊS virão CobraRaaar... com Juros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário