sexta-feira, 28 de julho de 2017

Soneto, n.296(Para Alice Sant'Anna)

Faz tempo, quase dez anos. Eu 'manhecia
pra poesia. Li no segundo caderno do JB
sobre uma menina
que falava na rua

dos bacalhoeiros. E tinham - ain ain,
ain ain mha senhor!! - andorinhas(!) e
absolutamente não importa 
se eram Curtas. Ca - lu - da,

Mário de Andrade!!
O que interessa 
(pra Mim pelo menos)
são duas coisas__________

1) elas Voavam.
2) havia uns Olhos de menina Vendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário